segunda-feira, 18 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo

Política

Ministro Celso de Mello compara Bolsonaro a Hitler em e-mail

Ministro Celso de Mello compara Bolsonaro a Hitler em e-mail

Notícias, Política
O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello enviou um e-mail na madrugada de Sábado para Domingo (31 de Maio) para os ministros do Supremo, com o teor do conteúdo bem polêmico. Segundo o site O Antagonista, "Celso de Mello citou Hitler e alertou para uma intervenção militar iminente, segundo Diego Escosteguy" e ainda comparou o Governo Bolsonaro ao do ditador nazista Hitler. Leia abaixo a íntegra da mensagem: “GUARDADAS as devidas proporções, O “OVO DA SERPENTE”, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) , PARECE estar prestes a eclodir NO BRASIL! É PRECISO RESISTIR À DESTRUIÇÃO DA ORDEM DEMOCRÁTICA, PARA EVITAR O QUE OCORREU NA REPÚBLICA DE WEIMAR QUANDO HITLER, após eleito por voto popular e posteriormente nomeado pelo Presidente Paul von Hi
Guilherme Fiuza: “O Supremo Tribunal Federal tá brincando de ditadura”

Guilherme Fiuza: “O Supremo Tribunal Federal tá brincando de ditadura”

Notícias, Política
Na edição desta quinta-feira (28 de Maio) do programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, o assunto principal do programa foi o polêmico inquérito das fake-news, que gerou revolta nacional. Relembrando o assunto: Na quarta-feira (27 de Maio) a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão de celulares, computadores e hd externos na casa de 29 pessoas que tem influência nas redes sociais e alcançam milhares de pessoas diariamente com seus conteúdos. Dentre os investigados estão empresários, como o Luciano Hang da Havan e Edgard Corona da rede de academias Smart Fit - esses são investigados por um suposto "financiamento" de fake-news. Também foram investigados diversos deputados, jornalistas (como o Allan dos Santos do Terça Livre) e blogueiros (como o Bernardo Kuster),
Hoje foi provado que Bolsonaro não tinha envolvimento com a Polícia Federal

Hoje foi provado que Bolsonaro não tinha envolvimento com a Polícia Federal

Notícias, Política
Na manhã desta quarta-feira (27 de Maio) o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, mandou a Polícia Federal a 29 endereços para realizar busca e apreensão de computadores e celulares de jornalistas, deputados e blogueiros influentes que estão alinhados ao Presidente Jair Bolsonaro. Dentre os investigados estão o Allan dos Santos, do site Terça Livre, Luciano Hang, da Havan, Bernardo Kuster entre outros diversos jornalistas que são influentes na internet e possuem centenas de milhares de seguidores. Esse mandado de busca e apreensão faz parte do inquérito das fake news, que é conduzido por Alexandre de Moraes — o qual já censurou a revista Crusoé e o site O Antagonista. Alexandre de Moraes mandou o bloqueio das redes sociais de todos os investigados da operação.

Este conteúdo está protegido contra plágio.