domingo, 28 de fevereiroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Dois secretários do Ministério da Economia pediram demissão

Dois secretários do Ministério da Economia pediram demissão

Na noite desta Terça-Feira, 11 de Agosto, dois secretários do Ministério da Economia pediram demissão: o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Salim Mattar, e seu colega de trabalho, Paulo Uebel.

Em entrevista coletiva, o Ministro da Economia Paulo Guedes confirmou os pedidos de demissão.

“É um sinal de insatisfação com o ritmo de privatização”, comentou, conforme divulgado pela CNN Brasil.

“Ele me disse que é muito difícil privatizar, que o establishment não deixa ter privatização, que tudo é muito difícil. Tudo muito emperrado”

Para o Ministro, aconteceu uma “debandada”:

“Se me perguntarem se houve uma debandada hoje, houve.”

Infelizmente os dois pedidos de demissão irão gerar uma falta grande na equipe de trabalho, mas agora será um momento para reestruturação da pasta, conforme afirmou Guedes.

Conforme disse o jornalista Paulo Matias, da Jovem Pan, há um risco de Guedes ser o próximo a sair se o Presidente Bolsonaro não agir contra o establishment:

Um dos principais motivos pelos pedidos de demissão se deve ao fato de que às privatizações não estão andando (38% das privatizações dependem de aprovação do Congresso Nacional) e a Reforma Administrativa que não está sendo pautada no Congresso.

Comentamos aqui sobre o projeto de Reforma Tributária que está sendo discutido, porém o próprio Presidente da Câmara Rodrigo Maia já fez algumas críticas, e corre o risco de muitas pautas da reforma serem alteradas ou anuladas.

Fonte: Revista Oeste

Compartilhe!