quinta-feira, 21 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Ministro Paulo Guedes solta o verbo e diz que nem ofensa e nem o medo tiram ele do Governo

Ministro Paulo Guedes solta o verbo e diz que nem ofensa e nem o medo tiram ele do Governo

O Ministro da Economia do Governo Bolsonaro, Paulo Guedes, deixou claro mais uma vez que não deixará o Governo Federal.

Nesta Terça-feira, 2 de Março, foi ao ar uma entrevista de Guedes ao canal Primo Rico, do youtuber e investidor Thiago Nigro.

No vídeo, o Ministro deixa claro que faz o possível para que o Presidente confie em seu trabalho, e que seu compromisso é em poder ser útil e ter a confiança de Bolsonaro:

“Tenho noção de compromisso enquanto puder ser útil e gozar da confiança do presidente. Se o presidente não confiar em meu trabalho, sou demissível em 30 segundos. Se eu estiver conseguindo ajudar o Brasil, fazendo as coisas em que acredito, devo continuar. Ofensa não me tira daqui, nem o medo, o combate, o vento, a chuva.”

Paulo Guedes disse também que possui um bom diálogo com o Chefe do Executivo:

“Uma comunicação boa com o presidente, de um lado, e com a centro-direita, de outro”.

E afirma que o que tiraria ele do Governo é a perde de confiança:

“O que me tira daqui é a perda da confiança do presidente e ir para o caminho errado”. Completou dizendo: “Se tiver que empurrar o Brasil para o caminho errado, prefiro sair. Isso não aconteceu, tenho recebido apoio do presidente e do Congresso para ir na direção certa”.

Existem rumores sobre sua possível saída do Governo, então Guedes declarou que existem “piratas” colocando boatos na imprensa:

“Piratas privados estão colocando boato no jornal todo dia, dizendo que o ministro vai cair, que o ministro brigou com presidente, o presidente brigou com o ministro… Tem políticos que querem contribuir com o futuro do Brasil, mas tem um pedaço que é o pântano.”

Fonte: Revista Oeste

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.