quarta-feira, 21 de abrilAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Ministro Tarcísio descarta falta de seringas e diz que o Brasil terá autonomia na produção das vacinas

Ministro Tarcísio descarta falta de seringas e diz que o Brasil terá autonomia na produção das vacinas

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, utilizou de suas redes sociais para fazer comentários acerca do pronunciamento do Ministro da Saúde Eduardo Pazuello ontem, 7 de Janeiro.

Nesta Quinta, o Ministro da Saúde anunciou que as vacinas que estão no Instituto Butantan serão incorporadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI):

“Todas as vacinas que estão no Butantan serão, a partir desse momento, incorporadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Elas serão distribuídas de forma equitativa e proporcional, assim como as vacinas da AstraZeneca”.

O Ministro Tarcísio reafirmou o que disse Pazuello, dizendo que em breve o Brasil será autossuficiente na produção do imunizante, sem depender de terceiros ou outros países:

“Registrar ponto relevante da estratégia de vacinação que se seguirá no 🇧🇷 anunciada pelo ministro Pazuello: garantimos de forma definitiva autonomia na produção de vacinas em território nacional com transferência de tecnologia e uso de 2 parques fabris. Por que isso é importante?

Porque em pouco tempo o Brasil se tornará autossuficiente em sua produção e vai atender a todos aqueles que assim desejarem, sem depender de variações no cenário externo. Teremos toda a cadeia produzida em nosso parque industrial, que tem se reequipado com investimento federal

Segundo ministro Pazuello (@MinSaude), Fiocruz começa sua produção de 100 milhões (com insumos importados) e em agosto irá produzir mais 110 milhões com conteúdo nacional, somados a outros 100 milhões produzidos pelo Butantã, além de lotes importados nesse meio tempo

Está descartada a possibilidade de faltar seringas ou demais insumos. O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação está estruturado em termos financeiros, organizacionais e logísticos. Vai dar certo. Vamos superar essa pandemia 🇧🇷”

Fonte: Ministro Tarcísio de Freitas (via Twitter)

Compartilhe!