quinta-feira, 3 de dezembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Abraham Weintraub se despede e diz: “Nossa bandeira nunca será vermelha”

Abraham Weintraub se despede e diz: “Nossa bandeira nunca será vermelha”


Em seu último ato antes de se despedir do Ministério da Educação, Abraham Weintraub dobrou a Bandeira do Brasil juntamente com seu irmão, Arthur Weintraub. O gesto solene foi registrado em vídeo e publicado, neste domingo (21), no Instagram.

“Último ato antes de sair do MEC. Nossa bandeira é a liberdade e nunca será vermelha! Todo apoio ao presidente Jair Bolsonaro!”

Conforme noticiamos aqui na última semana Abraham Weintraub confirmou na tarde da quinta-feira, 18 de Junho, que deixou o ministério do Governo.

Em vídeo emocionado intitulado “Palavras do Coração”, Abraham Weintraub fez um discurso. Leia abaixo:

“Presidente, geralmente eu falo aqui de improviso, mas dessa vez eu estou um pouco emocionado, então vou usar uma colinha aqui se o senhor não se incomodar. Primeiro eu queria agradecer a todo o apoio e carinho que eu e minha família estamos recebendo de vocês. Eu achava que tinha pouco Weintraub aqui no Brasil mas cada vez sinto que vocês fazem parte da minha família […].

Sim, dessa vez é verdade. Estou saindo do MEC e vou começar a transiçã agora, e nos próximos dias eu passo o bastão para o Ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou definitivo. Neste momento não quero discutir os motivos da minha saída, não cabe, o importante é dizer que eu recebi o convite para ser diretor de um banco. […] volto ao mesmo cargo mas no Banco Mundial. […]

Com isso, eu, a minha esposa, os nossos filhos e até minha cachorrinha Capitu, a gente vai poder ter a segurança que hoje está me deixando muito preocupado. Estou fechando um ciclo, Presidente, e é claro que sigo apoiando o senhor, Bolsonaro”

Alguns opositores até cogitaram a sua extradição alegando que entrou de forma ilegal nos Estados Unidos, mas, segundo o especialista em Direito Dário Júnior, a entrada do ex-ministro em território americano foi dentro da lei.

Fonte: Pleno News