quarta-feira, 29 de setembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Agora a esquerda chora: China passa a recomendar o uso da cloroquina

Agora a esquerda chora: China passa a recomendar o uso da cloroquina

Uma notícia que vai deixar a esquerda e toda a oposição ao Presidente Jair Bolsonaro confusa.

O jornal chinês South China Morning Post informou que a Comissão Nacional de Saúde da China passou a recomendar o uso de cloroquina no tratamento de pacientes com Covid-19.

As diretrizes de tratamento da China diz o seguinte:

“Alguns medicamentos podem demonstrar um certo grau de eficácia para o tratamento em estudos de observação clínica, mas não existem medicamentos antivirais eficazes confirmados por ensaios clínicos duplo-cegos e controlados por placebo.”

Além da cloroquina, “outros medicamentos antivirais recomendados incluem interferon e arbidol, mas a ribavirina deve ser usada junto com lopinavir ou ritonavir”, publicou a comissão.

Segundo o noticiário, “a China é o primeiro país a recomendar o uso de cloroquina para tratar pacientes com Covid-19”.

Entretanto, a comissão publicou que “o uso de hidroxicloroquina, ou o uso combinado dela com azitromicina, não é recomendado“.

O jornal ouviu de David Hui Shu-cheong, professor da Universidade Chinesa de Hong Kong, especialista em medicina respiratória, que cloroquina e hidroxicloroquina são similares, e as diretrizes, “contraditórias”.

Cloroquina é o medicamento que o Presidente Jair Bolsonaro utilizou para o tratamento da Covid-19, assim como a Primeira-Dama Michelle Bolsonaro e os Ministros que foram infectados utilizaram e mostraram bons resultados com este remédio.

Fonte: Folha de São Paulo

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.