terça-feira, 19 de janeiroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
ANVISA retoma testes com a vacina chinesa e João Doria celebra nas redes sociais

ANVISA retoma testes com a vacina chinesa e João Doria celebra nas redes sociais

Comentamos em publicação ontem (10), que na noite desta última Segunda-feira, 9 de Novembro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) havia decidido interromper os testes com a Coronavac.

Segundo a Agência, houve um “evento adverso grave” no dia 29 de Outubro e que é padrão interromper os testes quando algum problema é notificado.

Em nota, a instituição explicou que os eventos adversos considerados graves pelo uso da vacina são: óbitos, eventos que comprometam a saúde do voluntário, incapacidade ou invalidez, reações que demandem hospitalizações, anomalias e suspeitas de infecção por meio de agentes.

Entretanto, foi divulgado após a suspensão dos testes que a morte de uma das pessoas que estava sendo testada não foi decorrente da vacina, e sim suícidio.

Nesta Quarta, 11, a ANVISA decidiu retomar os testes. Em nota, a agência informou:

“Após avaliar os novos dados apresentados pelo patrocinador depois da suspensão do estudo, a Anvisa entende que tem subsídios suficientes para permitir a retomada da vacinação e segue acompanhando a investigação do desfecho do caso para que seja definida a possível relação de causalidade entre o EAG inesperado e a vacina”, informou a agência por meio de nota.

No comunicado, a Anvisa voltou a defender a medida adotada na segunda-feira, que levou em consideração os dados que eram de conhecimento da agência até aquela data e que foram encaminhados ao órgão pelo Instituto Butantan.

Nas redes sociais, o maior defensor da vacina chinesa, o Governador de São Paulo, João Doria, celebrou o retorno dos testes com a CoronaVac:

“A Anvisa acaba de autorizar a retomada dos testes da Coronavac no Brasil. Ficou claro para a Agência que o “evento adverso grave” que ocorreu com um dos voluntários não teve qualquer relação com a vacina. A Coronavac é segura, como já ficou comprovado nos testes feitos até aqui.”

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe!