sábado, 24 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Bolsonaro: “Está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar”

Bolsonaro: “Está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar”


Na manhã desta quarta-feira, 17 de Junho, o Presidente Bolsonaro concedeu entrevista rápida aos seus apoiadores na frente do Palácio da Alvorada, em Brasília.

Ao ser questionado por uma apoiadora sobre os outros Poderes, que interferem e não deixam o Presidente governar, o chefe do Executivo respondeu:


“Em 1970, eu já estava na luta armada e conheço tudo o que está acontecendo no Brasil. Você está falando respeitosamente comigo, sei disso. Mas tem gente que nasceu 40 anos depois do que eu vivi e quer dizer como devo governar o Brasil. Eu estou fazendo exatamente o que tem que ser feito. Eu não vou ser o primeiro a chutar o pau da barraca. Eles estão abusando. Isso está [a] olhos vistos. O ocorrido no dia de ontem [terça, 16], no dia de hoje [quarta], quebrando sigilo de parlamentares, não tem história nenhuma visto numa democracia por mais frágil que ela seja. Então, está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar”


Conforme noticiamos ontem, o Ministro do STF Alexandre de Moraes enviou a Polícia Federal na casa de apoiadores do Bolsonaro, inclusive do Deputado Daniel Silveira (PSL), seguindo o inquérito dos “atos antidemocráticos”.

Além disso, Alexandre de Moraes pediu a divulgação dos dados bancários de deputados e senadores ligados ao Presidente da República.

Assista abaixo o vídeo no qual Bolsonaro faz as declarações desta manhã:

Nota importante

O Blog No Momento é apoiador da direita brasileira e não temos nenhuma ligação e nem contato com políticos ou partidos. Nossa única forma de monetização é através de anúncios do Google. Divulgamos apenas notícias verdadeiras, com fontes seguras da grande mídia brasileira. Nós não apoiamos a disseminação de Fake News.

Recomendamos aos amigos leitores, que ao duvidar sobre a veracidade de alguma matéria, evitem compartilhar e propagar falsas notícias. Sempre que possível, verifiquem também se a matéria já não foi desmentida por alguma agência de checagem, como: ‘Agencia Lupa’ ou o site ‘Aos Fatos’.