quinta-feira, 21 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Bolsonaro solta o verbo diz que a Globo está no topo da cadeia alimentar da corrupção

Bolsonaro solta o verbo diz que a Globo está no topo da cadeia alimentar da corrupção

Nós já falamos aqui no site sobre a denúncia de que o doleiro Dario Messer entregava altas quantias de dólares para a família Marinho, da Rede Globo.

O doleiro fez uma delação premiada à Justiça Federal, e revelou que entregas de 50 mil a 300 mil dólares eram feitas a integrantes da família Marinho na sede do jornalismo nacional da Rede Globo de Televisão, no Rio de Janeiro.

Masser era conhecido como o “doleiro dos doleiros”, e se comprometeu a devolver R$ 1 bilhão à máquina pública.

Neste Domingo, 20 de Setembro, a Rede Record fez mais uma reportagem falando do assunto, desta vez trazendo novas informações sobre a denúncia.

Um homem chamado Claudio Barboza, conhecido como Tony, era o entregador de dinheiro enviado por Dario Messer. Ele que ía até a sede da Globo e entregava os malotes:

“Normalmente eram valores entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão. [Em média] a cada 10 dias, eram 300 mil dólares [que eu entregava]. Os extratos estão com o Ministério Público desde 2018” – disse Tony ao Domingo Espetacular.

Além disso, Tony afirmou que o ex-diretor financeiro da Globo, José Aleixo, é quem recebia as remessas de dinheiro:

“Na Globo, com certeza [entregava o dinheiro] na sala do Aleixo. Eu sempre mandava um funcionário antes para [informar] que tinha uma encomenda para José Aleixo. Tinha que ver se ele estava ocupado, para quando minha equipe chegasse, não ficasse parada na rua com R$ 1 milhão”

A matéria chamou a atenção do Presidente da República Jair Bolsonaro, que em suas redes sociais compartilhou a reportagem da Record e disse:

“Mais informações: A família Marinho (Globo), por décadas, no topo da cadeia alimentar da corrupção.”

Para assistir à matéria, clique abaixo:

Fonte: Jair Bolsonaro (via Twitter)

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.