segunda-feira, 18 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Bolsonaro solta o verbo e diz: “O que querem é a volta da impunidade e da corrupção”

Bolsonaro solta o verbo e diz: “O que querem é a volta da impunidade e da corrupção”

O Presidente da República Jair Bolsonaro participou nesta Terça-feira, 13 de Julho, de uma solenidade realizada no Palácio do Planalto sobre a sanção da Medida Provisória (MP) que permitirá a privatização da Eletrobras.

O Chefe do Executivo fez um pronunciamento e soltou o verbo no seu discurso, comparando a situação atual das estatais com os governos petistas que arrombaram os cofres públicos:

“Fui aprendendo, com o tempo, a como votar nas questões econômicas. É muito simples: é só ver como o PT encaminhar e votar o contrário. É simples demais”.

Falou também sobre os Correios:

“Nos Correios, em 2004, começou a corrupção do mensalão. Ali começou a se desvendar como a esquerda agia no Brasil”.

Disse também:

“E tem gente que quer que essa turma volte para o governo.”

Bolsonaro citou os lucros das estatais em seu Governo:

“Em 2015, as estatais deram prejuízo de R$34 bilhões. Em 2019, deram lucro de R$109 bilhões. Uma diferença de R$ 143 bilhões. Aquelas eram as estatais administradas pela esquerda. Por isso, a reação quando se quer privatizar uma empresa no Brasil”, afirmou.

“A nossa capacidade de investimento vem diminuindo. E o nosso sistema não pode colapsar. O Brasil vai se tornar cada vez mais um país menos inchado.”

Fonte: Revista Oeste

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.