sexta-feira, 22 de janeiroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Bolsonaro solta o verbo e diz que o Brasil “tem que deixar de ser um país de maricas”

Bolsonaro solta o verbo e diz que o Brasil “tem que deixar de ser um país de maricas”

Em pronunciamento na noite desta Terça-feira, 10 de Novembro, durante o evento “Retomada do Turismo”, o Presidente da República Jair Bolsonaro soltou o verbo e desabafou sobre a situação do país.

A pauta do evento foi o retorno do turismo no Brasil, que foi grandemente afetado com a pandemia da Covid-19.

Bolsonaro disse que está na hora de acabar com a pandemia e voltar à vida, e falou que não adianta fugir da realidade. Além disso, uma frase que gerou polêmica foi a de que temos que deixar de ser um país de “maricas”:

“Tudo agora é pandemia, tem que acabar com esse negócio, pô. Lamento os mortos, lamento. Todos nós vamos morrer um dia, aqui todo mundo vai morrer. Não adianta fugir disso, fugir da realidade. Tem que deixar de ser um país de maricas.”

Além disso, o Presidente comentou sobre a segunda onda do vírus, que gerou um lockdown na Europa, novamente:

“Aqui começam a amedrontar o povo brasileiro com segunda onda. Tem que enfrentar, é a vida. Temos que enfrentar, (ter) peito aberto, lutar”.

Bolsonaro também criticou novamente as medidas adotadas por prefeitos e governadores, ao restringir atividades no período mais crítico da pandemia no Brasil:

“Algemar mulher de biquíni na praia é covardia, patifaria, coisa de ditadura. E me chamam de ditador. […] Tenho, como chefe de Estado, que tomar decisões que não me deixaram tomar. O que faltou para nós não foi um líder, mas deixar o líder trabalhar”.

Assista ao discurso completo:

Fonte: Jair Bolsonaro (via YouTube)

Compartilhe!