segunda-feira, 21 de junhoAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Comissão decide dar continuidade ao pedido de impeachment de Wilson Witzel

Comissão decide dar continuidade ao pedido de impeachment de Wilson Witzel

Parece que a situação do Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel está cada vez pior: primeiro, surgiram as denúncias contra ele por crime de corrupção. Logo depois, foi afastado do cargo de governador e agora seu impeachment está cada vez mais próximo.

A comissão especial que analisa o pedido de Witzel na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) aprovou neste dia 17 de Setembro a continuidade do processo de impeachment.

O relator do impeachment, Deputado Rodrigo Bacellar afirmou, em seu relatório, que há fortes indícios de que o governador afastado tenha cometido crime de responsabilidade por meio do recebimento de vantagens indevidas.

Witzel é acusado de participação em um esquema de desvio de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de Covid-19 no estado do Rio. Por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ele foi afastado do cargo, e no mesmo dia o presidente de seu partido (Partido Social Cristão) foi preso.

O texto segue agora para votação em plenário, onde pode receber emendas. Por isso, a votação poderá levar mais de uma sessão.

Segundo a Agência Brasil, para o texto do impeachment ser aprovado, será necessário o quórum qualificado de dois terços dos 70 parlamentares, ou 47 deputados.

Caso a decisão da Casa seja pela aceitação da denúncia, será formado um tribunal misto composto por Deputados e Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado (TJRJ).

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe!