quinta-feira, 3 de dezembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Delegado afirma que não há nenhuma participação da família Bolsonaro na morte de Marielle Franco

Delegado afirma que não há nenhuma participação da família Bolsonaro na morte de Marielle Franco


Eis uma notícia que vai deixar alguns veículos de imprensa chateados: família Bolsonaro não tem nenhuma participação na morte da vereadora Marielle Franco e de seu motorista.

Segundo o jornal O Globo, o delegado Antônio Ricardo Lima Nunes, do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP), afirmou, na manhã desta quarta-feira, que a Polícia Civil do Rio tem certeza que “não há nenhuma participação da família Bolsonaro” na morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e seu motorista Anderson Gomes.

— Não tem nenhuma participação da família Bolsonaro nesse evento. Não temos indício dessa família no caso. Temos certeza de que não há participação — afirmou o delegado Nunes.

Além disso, também foi preso nesta quarta-feira (10 de Junho) mais um suspeito da participação do crime, o sargento do Corpo de Bombeiros Maxwell Simões Corrêa, que é suspeito como cúmplice do sargento da reserva da PM Ronnie Lessa,  acusado de matar a vereadora Marielle Franco (PSOL).

Além disso, segundo o Ministério Público do Rio, Maxwell Simões Correa ‘atrapalhou de maneira deliberada’ as investigações da morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes; ele teria cedido veículo para ‘guardar vasto arsenal bélico’ de Ronnie Lessa para que depois o armamento fosse jogado ao mar.

Nota importante

O Blog No Momento é apoiador da direita brasileira e não temos nenhuma ligação e nem contato com políticos ou partidos. Nossa única forma de monetização é através de anúncios do Google. Divulgamos apenas notícias verdadeiras, com fontes seguras da grande mídia brasileira. Nós não apoiamos a disseminação de Fake News.

Recomendamos aos amigos leitores, que ao duvidar sobre a veracidade de alguma matéria, evitem compartilhar e propagar falsas notícias. Sempre que possível, verifiquem também se a matéria já não foi desmentida por alguma agência de checagem, como: ‘Agencia Lupa’ ou o site ‘Aos Fatos’.

Fonte: O Globo, Estadão