domingo, 29 de novembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Dono da Havan ganha causa na Justiça contra Miriam Leitão

Dono da Havan ganha causa na Justiça contra Miriam Leitão


Matéria publicada na Gazeta do Povo pelo jornalista Rodrigo Constantino mostra que o dono da Havan, Luciano Hang, ganhou causa na justiça contra Miriam Leitão.

A jornalista da Globo havia processado o empresário em 2018, quando o dono da Havan fez críticas a ela em relação ao seu total posicionamento esquerdista. Como bem sabemos, isso não é fake-news tampouco uma ofensa para ela.

Como bem lembramos, durante todo o período de eleições presidenciais a Miriam Leitão teceu diversas críticas ao candidato, que hoje é o Presidente Jair Bolsonaro.

Hang estava totalmente na campanha pró-Bolsonaro naquela época, e se manifestou em suas redes sociais após as enormes críticas da jornalista contra o candidato.

Leia abaixo com mais detalhes:

Na última terça (30), a 26ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro proferiu decisão favorável a Luciano Hang, mantendo a decisão de primeira instância que já havia afastado o pedido de indenização por danos morais formulados por Míriam Leitão.

A jornalista promoveu a ação afirmando que teria sido ofendida pelo empresário durante a campanha presidencial de 2018, quando Hang passou a criticá-la ao sustentar que suas opiniões eram revestidas de caráter político-ideológico de esquerda.

O Tribunal assegurou ao dono das lojas Havan seu direito à livre manifestação, bem como destacou que as sátiras veiculadas não foram ofensivas.

A jornalista ainda deverá pagar honorários advocatícios ao escritório Leal & Varasquim, que representou o empresário na causa, pelo fato de ter perdido a demanda.

Só para entender: a jornalista do Globo meteu processo no empresário porque ele ironizou sua evidente inclinação política à esquerda? As redes sociais furaram mesmo a bolha da mídia, que se vendia como imparcial enquanto militava pela esquerda.

Fonte: Gazeta do Povo