segunda-feira, 18 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Edson Fachin autoriza a Polícia Federal a procurar provas contra o Ministro Dias Toffoli

Edson Fachin autoriza a Polícia Federal a procurar provas contra o Ministro Dias Toffoli

Uma notícia na manhã desta Segunda-feira, 17 de Maio, esquentou o clima no Supremo Tribunal Federal (STF).

O Ministro Edson Fachin autorizou a Polícia Federal a realizar uma investigação contra o também colega de Supremo, Dias Toffoli.

Comentamos na semana passada que a Polícia Federal havia solicitado ao STF a abertura de um inquérito para investigar supostos repasses ilegais a Dias Toffoli. O pedido tem como base a delação feita pelo ex-Governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

Fachin concordou com o argumento da Polícia Federal de que o acordo de colaboração de Sérgio Cabral tem uma cláusula que prevê o uso de informações coletadas nas operações Calicute e Boca de Lobo – a primeira prendeu o ex-governador, em 2016, e a outra, seu sucessor, Luiz Fernando Pezão, em 2018.

A partir disso, o material então foi utilizado nos pedidos de 20 inquéritos para apurar possíveis crimes praticados por pessoas com foro nas cortes superiores. ​No caso de Toffoli, a Polícia Federal produziu um relatório em que elenca documentos que, na visão dos delegados, corroboram a acusação de Cabral sobre o ministro ter recebido R$3 milhões para beneficiar um prefeito com uma decisão.

Na última Sexta-feira, 14 de Maio, a Procuradoria-Geral da República (PGR) proibiu a Polícia Federal de investigar Dias Toffoli e Fachin acatou a decisão, entretanto liberou a capitação de provas.

Fonte: Pleno News

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.