quinta-feira, 29 de julhoAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Eduardo Bolsonaro explica porquê a popularidade do Presidente é tão alta; leia

Eduardo Bolsonaro explica porquê a popularidade do Presidente é tão alta; leia

O filho do Presidente da República e Deputado Federal, Eduardo Bolsonaro, fez uma série de publicações nas redes sociais entitulada:

“POR QUE A POPULARIDADE DE JAIR BOLSONARO É ALTA E NÃO É SÓ POR CONTA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL?”

A imprensa quis atribuir o fato da popularidade e aprovação do Presidente Jair Bolsonaro estar alta devido ao Auxílio Emergencial. Por esta razão, o parlamentar fez as publicações para rebater o que disse a mídia:

“No período pré eleição 2018, pesquisas diziam que JB tinha no máximo 1%, 2%, 10%, mas sabíamos que era muito mais.

Assim, não sou muito de confiar em pesquisas, mas confio que a aprovação de JB atualmente está em alta, devido a alguns fatos:

-Repúdio ao lockdown sem critérios

-Brasil é dos melhores países recuperando sua economia e empregos no pós-pandemia

-“Jornalistas” que projetavam milhões de mortes não fizeram mea-culpa

-Reunião ministerial mostrando PR sendo o mesmo em público e reservadamente

-Repúdio a governadores “bolsonaristas” que após eleitos passaram a fazer oposição a JB

-Interferência do STF no Executivo e Legislativo

-Perseguição midiática e judicial a conservadores

-Globo e Folha em guerra assimétrica contra a família do presidente e seus aliados

-Crimes cometidos por “antifascistas” noticiados como democráticos e famílias de verde e amarelo nas ruas como antidemocráticos

-21 meses sem escândalos de corrupção

-Opositores políticos enrolados com a justiça e PF por corrupção

-Auxílio emergencial

Quando os fatos mostram uma coisa e os grandes jornais fazem malabarismo para tentar demonstrar outra, a população percebe e fica do lado da verdade, pois as imagens falam por si só.

Graças à internet, não ao Globo/Folha, o acesso a informação foi democratizado. Foi uma ordem espontânea, não fruto de lei ou de um político.

Mas mesmo sabendo que notícias fantasiosas geram na população uma ojeriza que a leva a apoiar Bolsonaro, eles não vão parar de atacar o PR e quem o cerca.

Isto pois o outro caminho seria noticiar a verdade e fazer uma cobertura jornalística honesta, condizente com a realidade.

Mas fazer isso seria defender menos dinheiro público para esta parte da imprensa acostumada com privilégios, para que a verba governamental tivesse como prioridade o contribuinte.

Neste contexto, Globo/Folha preferem dobrar a aposta e apoiar ou nada fazer diante de tentativas de calar a liberdade de expressão, seja através do PL 2630 que “regula” a internet silenciando internautas seja na cobertura da CPMI dos Memes, inquérito da censura e inquéritos dos atos “antidemocráticos”; seja falando sobre manifestações “democráticas” que pedem ditadura do proletariado ou depredam patrimônio público e privado.

O povo acordou. Hoje as pessoas sabem mais nomes de ministros do STF do que de jogadores da seleção brasileira. Para debochadamente usar um termo da esquerda, quem não acordar para este NOVO NORMAL está fadado a um inevitável fracasso.”

Fonte: Eduardo Bolsonaro (via Twitter)

Compartilhe!