domingo, 25 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Em Porto Alegre, manifestantes impedem carreata Pró-Bolsonaro

Em Porto Alegre, manifestantes impedem carreata Pró-Bolsonaro


Na manhã deste dia 26 de Maio um grupo de manifestantes chamados de “anti-fascistas” bloquearam uma carreata a favor do Presidente Jair Bolsonaro.

Isso aconteceu na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Veja abaixo o vídeo do acontecimento:

O tal movimento anti-fascista se diz à favor da liberdade, mas eles fazem justamente o oposto: oprimem a liberdade daqueles que querem se manifestar da forma que quiserem, no caso as pessoas que estavam na carreata a favor do Presidente.

A ditadura esquerdista faz justamente isso: se auto-denominam democráticos, mas dentro de seus próprios conceitos. Qualquer coisa que seja contra o que eles pensam é fascismo, nazismo, etc.

Nestas horas que vemos como o Presidente Jair Bolsonaro está correto ao dizer que uma população armada jamais será escravizada.

Independente da forma como seja essa opressão de liberdade, um povo com seu direito de defesa garantido não terá como ser oprimido pelos Governantes autoritários ou rebeldes fascistas.

Aproveite também para ver o nosso post sobre o armamento:

https://nomomento.net/enquetes/voce-concorda-com-bolsonaro-sobre-armar-a-populacao/

O povo brasileiro precisa se unir e defender o nosso direito à liberdade!

Se você é de esquerda ou direita, não importa. O que importa é que tenhamos todos o direito de ir e vir sem que governantes digam o que temos que fazer.

São Paulo e Rio de Janeiro são os exemplos de estados onde os governantes se aproveitaram da crise para mostrar o seu autoritarismo, prendendo pessoas inocentes e jogando senhoras e crianças em camburões pelo simples fato de estarem nas ruas.

Não é porque estamos em uma pandemia que temos de ser intolerantes!

Somos contra qualquer tipo de ditadura, e a favor da liberdade individual.

Como disse Bolsonaro, “Quero todo mundo armado”, fazendo menção a necessidade da população precisar se defender de medidas autoritárias tomadas pelo Estado. #BolsonaroTemRazão