terça-feira, 24 de novembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Indicado ao STF, Kassio Nunes admite que não fez pós-graduação na Espanha

Indicado ao STF, Kassio Nunes admite que não fez pós-graduação na Espanha


Comentamos mais cedo que o Estadão publicou um artigo na noite de ontem revelando que a Universidade de La Coruña afirmou que o indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), Kassio Nunes, não fez pós-graduação na instituição.

No documento que o desembargador enviou ao Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), o indicado ao STF diz que concluiu uma pós graduação em “Contratación Pública”, pela instituição espanhola Universidade de La Coruña.

Entretanto, o Estadão entrou em contato com a universidade e eles negaram a existência deste curso na instituição:

“Informamos que a Universidade de La Coruña não ministrou nenhum curso de pós-graduação com o nome de Postgrado en Contratación Pública”.

O artigo do Estadão ainda diz que questionou a universidade se Kassio Nunes realmente participou de alguma atividade na instituição, e eles responderam que ele fez um curso de 4 dias no ano de 2014:

“Kassio Nunes Marques participou como ouvinte do “I Curso Euro-Brasileiro de Compras Públicas’, organizado pela Universidade da Coruña, o Programa Ibero-Americano de Doutorado de Direito Administrativo, a Rede Ibero-americana de Compras Públicas, o Instituto Brasileiro de Estudos Jurídicos de Infraestrutura e Grupo de Pesquisa de Direito Público Global, realizado na Escola de Direito da Corunha entre 1 e 5 de setembro de 2014”.

Ainda ontem, Kassio Nunes teve uma reunião com o Senador Randolfe Rodrigues, e este disse o seguinte sobre esta situação:

“No entender dele é uma compreensão que não é correta, de ser pós-graduação. O que ele disse e está realmente no currículo dele é que ele fez um ‘postgrado’, em espanhol. É um curso que não é pós-graduação, na argumentação dele” – disse Randolfe após reunião com Kassio.

Segundo o site Pleno News, o termo ‘postgrado’ se refere, sim, a pós-graduação nos moldes da definição compreendida no Brasil. O dicionário de Cambridge, por exemplo, esclarece que o termo se refere a um grau “mestre” de formação universitária, e explica ainda que se trata de um curso acadêmico em que estudantes podem levar mais de um ou dois anos para concluírem.

Fonte: Pleno News