quinta-feira, 29 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Influenciador e YouTuber PC Siqueira é suspeito de suposta pedofilia pela internet

Influenciador e YouTuber PC Siqueira é suspeito de suposta pedofilia pela internet


Matéria retirada do site Caneta.org:

O perfil anônimo @ExposedEmo1 divulgou no Twitter ontem (10 de Junho) um vídeo no qual supostamente é uma conversa entre o Youtube e “influenciador” PC Siqueira com um suposto “amigo”, e o conteúdo das mensagens são absurdas.

Assista abaixo a troca de mensagens:

Nesta suposta conversa, PC Siqueira diz ao suposto “amigo” que envia a foto nua da criança de seis anos a uma terceira pessoa não identificada e comemora: “It was awesome!” (foi maravilhoso!).

Nesta quinta-feira (11 de Junho) um novo áudio atribuído a ele traz praticamente uma confissão de que a conversa foi real.

Divulgado por Erlan Bastos, jornalista e apresentador da Rede Meio Norte, no novo áudio atribuído a PC Siqueira há praticamente uma confissão de que a conversa divulgada é real:

“Eu olhei para a bunda de uma menina, e no meio da situação do sexo virtual, aquilo lá me deixou aroused (excitado). Eu já falei com o meu psiquiatra sobre isso.” A menina tinha SEIS anos.

Nas mensagens de texto também é possível ver PC Siqueira admitindo que é real: “Aconteceu exatamente o que foi colocado ali. Acabou pra mim”. Por fim, há outra admissão: a mãe enviava fotos da criança nua de forma “recorrente”.

Veja abaixo a íntegra do áudio:

A internet ficou revoltada com o vazamento das supostas conversas, agora resta esperar que as autoridades competentes investiguem o caso e averiguem se realmente é verdade o ocorrido.

Sendo verdade ou não, só o fato de vermos mensagens do tipo já nos revoltam.

Nota importante

Recomendamos aos amigos leitores, que ao duvidar sobre a veracidade de alguma matéria, evitem compartilhar e propagar falsas notícias. Sempre que possível, verifiquem também se a matéria já não foi desmentida por alguma agência de checagem, como: ‘Agencia Lupa’ ou o site ‘Aos Fatos’.

Fonte: Caneta.org