segunda-feira, 26 de julhoAs principais notícias do Brasil e do Mundo
João Doria diz que Bolsonaro gosta do “cheiro da morte” e recebe críticas nas redes sociais

João Doria diz que Bolsonaro gosta do “cheiro da morte” e recebe críticas nas redes sociais

Já não é novidade que o Governador do Estado de São Paulo, João Doria, tornou-se um dos principais opositores do Presidente Jair Bolsonaro.

Se antes parecia que o único real “inimigo” era Lula, após a pandemia muitas máscaras caíram e aqueles que se diziam parceiros de Bolsonaro mostraram a verdadeira identidade.

Desde o início da pandemia, em 2020, João Doria mostrou-se totalmente contrário às opiniões de Bolsonaro, e fez diversas ações para tornar a vida do Presidente mais difícil.

Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em deixar para os governos estaduais as decisões sobre a doença, Doria viu-se livre para impor medidas restritivas ao extremo em São Paulo, muito diferente daquilo que o Governo Federal gostaria.

Doria chegou até a reunir todos os outros governadores para fazerem exigências ao Governo Bolsonaro, numa espécie de extorsão.

Além disso, após o anúncio de uma potencial vacina, Doria foi um dos primeiros a abraçar com unhas e dentes a Coronavac, que é chinesa. Assim como no caso das exigências ao Governo, o Governador de São Paulo chamou os governadores para demandar “explicações” do Ministério da Saúde.

Uma das polêmicas recentes de João Doria foi de viajar à Miami (EUA) de férias logo após decretar lockdown total em São Paulo e proibir festas de Natal e Ano Novo. A população ficou furiosa e com um pedido “cara de pau”, Doria retornou.

Nesta virada de ano, o Governador de São Paulo não podia deixar de criticar o Presidente Bolsonaro, que foi neste dia 1º de Janeiro nadar com apoiadores em Praia Grande/SP.

Em suas redes sociais, Doria disse:

“No momento em que o Brasil precisa de paz e atitudes para combater a pandemia e salvar vidas, o presidente Jair Bolsonaro nos ataca mais uma vez, covardemente. A inoperância e o negacionismo do Governo desse presidente, estimularam a morte de 194 mil brasileiros para a Covid-19.

Bolsonaro gosta mesmo é do cheiro da morte, do cheiro da pólvora e do cheiro do dinheiro das rachadinhas. Presidente: trabalhe mais e fale menos.”

Os usuários reagiram à suas críticas:

Fonte: João Doria (via Twitter)

Compartilhe!