quinta-feira, 22 de abrilAs principais notícias do Brasil e do Mundo
João Doria vai implantar o uso da vacina chinesa em São Paulo a partir de 15 de Dezembro

João Doria vai implantar o uso da vacina chinesa em São Paulo a partir de 15 de Dezembro

O Governador do Estado de São Paulo, João Doria, e o vice-presidente da laboratório chinês Sinovac, Weining Meng, assinaram neste dia 30 de Setembro um contrato de 90 milhões de dólares que prevê o fornecimento de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac para o governo paulista até dezembro deste ano.

O contrato também prevê a transferência tecnológica da vacina da Sinovac para o Instituto Butantan, o que significa que, o instituto brasileiro poderá começar a fabricar doses dessa vacina contra o novo coronavírus.

O Secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse que está tratando com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre o assunto:

“Importante lembrar que, para que possamos dar início ao programa de vacinação, temos que ter aprovação do órgão regulatório. As tratativas vem sendo positivas. Há entendimento de que uma vacina, ou as vacinas, são necessárias para que tudo volte ao normal. A nossa relação com o Ministério da Saúde é algo próximo e temos tratativa com o ministro Pazuello, com apoio e até o incentivo financeiro. São sinais de que teremos boa condução assim que tivermos a liberação da Anvisa. Não tenho dúvida de que essa vacina será inserida no Programa Nacional de Vacinação e será distribuída pelo SUS. Esperamos ter um grande número de vacinados no primeiro semestre no País.”

A vacina está na fase 3 de testes em humanos. Essa fase 3 de testes em humanos testa a eficácia da vacina e está ocorrendo no Brasil desde julho, com 13 mil voluntários da área da saúde, com expectativa de encerramento desses testes até o dia 15 de Outubro.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe!