sábado, 24 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Maia e Doria criticam o Presidente Bolsonaro por usar a hidroxicloroquina

Maia e Doria criticam o Presidente Bolsonaro por usar a hidroxicloroquina


Em um vídeo publicado nesta semana, o Presidente Jair Bolsonaro apareceu tomando um comprimido (a terceira dose) de hidroxicloroquina e disse que estava se sentindo muito bem:

“Estou tomando aqui a terceira dose da Hidroxicloroquina. Estou me sentindo muito bem. […] com toda certeza, está dando certo.

Sabemos que hoje em dia existem outros remédios que podem ajudar a combater o coronavírus, sabemos que nenhum tem a sua eficácia cientificamente comprovada, mas [sou] uma pessoa que está dando certo. Então eu confio na Hidroxicloroquina, e você? Tamo junto!”

Nesta quarta-feira, 8 de Julho, o Presidente da Câmara Rodrigo Maia criticou Bolsonaro por estar recomendando o medicamento. Em entrevista à CNN Brasil, Maia declarou:

“Eu não acho que o presidente, nem eu, nem ninguém, deve ficar tratando de qual remédio orientar a sociedade a tomar. Isso é questão da área médica, e é até grave que o presidente trate desse assunto.”

E ainda acrescentou:

“A gente não deve tomar conta daquilo que não cabe a cada um de nós, principalmente nessa área da medicina, que é uma questão muito séria e que precisa ter mais cuidado por parte de todos nós que somos agentes públicos.”

Completou dizendo:

“Esse tema é muito delicado. Um político que não é da área médica, ele, eu, nós não temos direito de tratar de medicamentos, do meu ponto de vista.”

Além de Rodrigo Maia, o Governador do Estado de São Paulo também fez críticas ao Presidente da República, em entrevista à rádio Jovem Pan:

“Esta é a visão do centro de contingência. Por unanimidade, os 19 médicos especialistas, entre eles epidemiologistas e estudiosos, não recomendam o uso indiscriminado ou distribuição da cloroquina e hidroxicloroquina.”

“Há estudos que indicam que a cloroquina não tem o efeito desejado ou a expectativa de cura, feitos na Inglaterra e Alemanha, reproduzidos no Brasil. Lamento que Bolsonaro siga insistindo que a cloroquina salva vidas, o que vai salvar vidas é a vacina.”

Conforme noticiamos ontem, Jair Bolsonaro deixou um recado para todos aqueles que estão desejando o seu mal: “Viverei ainda muito tempo”:

Fonte: Renova Mídia