domingo, 29 de novembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Major Vitor Hugo poderá ser a aposta de Bolsonaro para o Ministério da Educação

Major Vitor Hugo poderá ser a aposta de Bolsonaro para o Ministério da Educação


Conforme noticiamos aqui no site, após o fiasco que foi a nomeação do Carlos Decotelli para o Ministério da Educação, o Presidente Bolsonaro tentou indicar também o Secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, mas ele nem chegou a se tornar uma boa cogitação para o cargo.

Após polêmicas envolvendo o nome de Feder, como por exemplo a recomendação de Luciano Huck e outras pessoas de centro-esquerda, além de vazarem informações sobre um apoio de Renato Feder para legalização de drogas, o Chefe do Executivo continua em busca de um nome para assumir a pasta da Educação.

A cada dia que passa, mais a Educação fica sem um nome para cuidar desta área que é tão importante para o Brasil.

Segundo informações da Revista Oeste, o Presidente Jair Bolsonaro está “namorando” a possibilidade de colocar o atual Líder do Governo na Câmara na posição.

Leia abaixo trecho da matéria na Revista Oeste na qual fala sobre um eventual preparo do Major Vitor Hugo para assumir o cargo, após uma conversa por telefone com Bolsonaro:

Eram 11h de domingo quando Bolsonaro telefonou a Vitor Hugo. Os dois conversaram brevemente, marcando um almoço para segunda-feira, 6. Antes da reunião, o líder mostrou por que tem uma carreira de “primeiros lugares” no Exército (leia abaixo).

Para o encontro com Bolsonaro, Vitor Hugo se dedicou a estudar a fundo o sistema educacional brasileiro. Leu a parte da Constituição que fala sobre educação, a lei de diretrizes bases, o plano nacional de educação, o planejamento estratégico do Ministério da Educação,a base nacional comum curricular e as mensagens presidenciais de 2019 e 2020 sobre o tema.

Nas redes sociais diversos parlamentares do Congresso declararam apoio ao Major Vitor Hugo, caso ele seja aceito dentro do Ministério da Educação.

Apoio não falta a Vitor Hugo. Se, por um lado, alguns atuam contra sua indicação dentro do governo, outros, trabalham a favor. O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, é um dos que o apoia.

No Congresso, o apoio se estende entre os governistas. O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes, pondera que Vitor Hugo tem preparo e capacidade de ouvir lideranças.

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) foi outro a apoiá-lo nas redes. “Temos, enfim, um candidato ao cargo que, além de possuir um excelente currículo, tem 100% de confiança da base do governo”, destacou.

Agora resta saber o que Bolsonaro decidirá.

Fique ligado que contaremos cada nova decisão do Presidente da República aqui no site.

Fonte: Revista Oeste