quarta-feira, 21 de abrilAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Ministro Alexandre de Moraes decide manter o Deputado Daniel Silveira preso; veja repercussão

Ministro Alexandre de Moraes decide manter o Deputado Daniel Silveira preso; veja repercussão

No dia 16 de Fevereiro às 23h o Deputado Federal Daniel Silveira foi preso em sua residência, a pedido do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

A Polícia Federal cumpriu o mandado e levou o parlamentar para uma prisão no Rio de Janeiro. Após isso, a Câmara dos Deputados teve a oportunidade de votar a favor ou contra a decisão do Ministro, entretanto optaram por manter sua prisão.

Segundo Moraes, o motivo da prisão foi um vídeo que Daniel Silveira publicou em seu canal no YouTube fazendo críticas aos ministros do STF.

Nesta semana, Alexandre de Moraes negou o pedido de liberdade solicitado pela defesa do Deputado Federal. Em sua decisão, o Ministro disse que a detenção do parlamentar será reavaliada somente após a Suprema Corte deliberar sobre a denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

“Qualquer irresignação contra a decisão que decretou a prisão, além de poder ser novamente suscitada por ocasião da apresentação da resposta, será devidamente examinada quando da análise do recebimento da denúncia”, escreveu o ministro.

A peça acusatória deveria ser recebida ou rejeitada durante a sessão desta Quinta-feira, 11 de Março. No entanto, o prazo para apresentação de contestação foi reaberto após pedido feito pelos advogados de Silveira, que terão mais 15 dias para rebater as acusações da PGR.

Nas redes sociais, o assunto repercutiu. Colega de partido, o Deputado Federal Carlos Jordy publicou em seu perfil:

“Alexandre de Moraes nega pedido de liberdade provisória de Daniel Silveira e diz q só vai reavaliar a prisão dele após o STF analisar a denúncia da PGR. Nunca foi por justiça, sempre foi por vaidade, por vingança, p/ humilhar o deputado. Enquanto isso, anulam condenações de Lula.”

Fonte: Conexão Política

Compartilhe!