quarta-feira, 21 de abrilAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Ministro Kassio Nunes rebate Gilmar Mendes e declara: “Sou temente apenas a Deus”; veja repercussão

Ministro Kassio Nunes rebate Gilmar Mendes e declara: “Sou temente apenas a Deus”; veja repercussão

Na sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que marcou o julgamento de suspeição do ex-juiz Sergio Moro no caso do triplex do Guarujá do ex-presidente Lula, o clima esquentou durante a votação.

O Ministro indicado pelo Presidente Jair Bolsonaro, Kassio Nunes Marques, votou favorável a Moro, ou seja, indicou que as provas usadas pelo petista foram ilegais, uma vez que foram conseguidas através de um hacker que vazou as informações da Operação Lava-Jato.

Durante seu voto, Marques abominou a forma como retiraram as provas:

“Se o hackeamento fosse tolerado como meio para obtenção de provas, ainda que para defender-se, ninguém mais estaria seguro de sua intimidade, de seus bens, de sua liberdade”.

E completou:

“Se a pessoa que quer se defender em processo penal interceptando, sem autorização judicial, conversa alheia, pudesse contratar outras para fazê-lo por ela (…), teríamos profissionais do crime de hackeamento oferecendo livremente os seus serviços”.

O Ministro Gilmar Mendes não gostou nem um pouco do voto de seu colega, e fez duras críticas a ele:

Como resposta, Kassio Nunes rebateu às críticas de Mendes e disse que só teme a Deus:

“Se eu tivesse algo a ensinar de direito a vocês, iriam até me apelidar de professor de Deus. Meu contributo é o silêncio, não vou fazer réplica ou tréplica. E o meu silêncio é de respeito aos votos divergentes, aos que pensam de forma diferente, e sem nenhuma intenção de desqualificar nenhum dos argumentos lançados por Vossas Excelências”, disse Kassio Nunes.

“Quem me conhece sabe que não me inibo com nada e que não temo ninguém nesse plano. Sou temente apenas a Deus”, finalizou.

Fonte: Gazeta Brasil

Compartilhe!