quarta-feira, 12 de maioAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Miriam Leitão diz que Bolsonaro faz apologia a ditadura e é criticada nas redes sociais; veja repercussão

Miriam Leitão diz que Bolsonaro faz apologia a ditadura e é criticada nas redes sociais; veja repercussão

A jornalista Miriam Leitão voltou a receber críticas nas redes sociais após dizer que o Presidente Bolsonaro faz apologia a ditadura, além de que ele é um “extremista”.

A fala de Leitão foi feita em um texto publicado na sua coluna do jornal O Globo, neste Domingo 2 de Maio. Em texto intitulado “Centro não é o ponto entre dois extremos“, a jornalista afirma que Bolsonaro é um “extremista”:

“Na disputa entre Lula e Bolsonaro não há dois extremistas. Há um: Bolsonaro. O centro deve procurar seu espaço, seu programa, seu candidato, ou seus candidatos, porque o país precisa de alternativa e renovação. Mas não se deve equiparar o que jamais teve medida de comparação. O ex-presidente Lula governou o Brasil por oito anos e influenciou o governo por outros cinco. Não faz sentido apresentá-lo como se fosse a imagem, na outra ponta, de uma pessoa como o presidente Jair Bolsonaro” – defendeu a jornalista.

Em seguida, disse também que o PT “jogou o jogo democrático” e que “Bolsonaro faz apologia da ditadura”:

“O PT jogou o jogo democrático, Bolsonaro faz a apologia da ditadura. A frase que abre esse parágrafo eu disse em 2018, em comentários e colunas, no segundo turno das últimas eleições. Era a conclusão da análise dos fatos e das palavras dos grupos políticos que disputavam a eleição.”

Sem grandes argumentos, a jornalista de esquerda continuou tecendo elogios a Lula e críticas a Bolsonaro, dizendo que o atual Presidente da República “superou as piores expectativas” e que “ele mostrou seu lado mais perverso” durante a pandemia.

Nas redes sociais, os internautas reagiram e expuseram suas opiniões:

“Quando Miriam Leitão era xingada e hostilizada em público pelas críticas LEVES que fazia ao PT, nunca chamou petistas de “extremistas”, como faz com conservadores. Agora, já justifica o voto em Lula, a quem trata como moderado. Ela nunca deixou de ser a “Amélia” do PCdoB” – escreveu Leandro Ruschel.

Já outro internauta apontou a contradição no texto de Miriam:

“Para Miriam Leitão, o PT “jogou o jogo democrático”. Ou seja, para ela, comprar deputados no mensalão; destruir a Petrobras no petrolão e praticar a corrupção sistêmica e generalizada, como fez o PT, é “jogar o jogo democrático”. Mas o que esperar dessa comunista, né?!” – ironizou.

Fonte: Pleno News

Compartilhe!