quarta-feira, 25 de novembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Moro usa o número de mortes da Covid para criticar Bolsonaro

Moro usa o número de mortes da Covid para criticar Bolsonaro


Neste Sábado, 8 de Agosto, o Brasil chegou ao número de 100 mil mortes pela COVID-19.

A oposição ao Presidente Jair Bolsonaro está aproveitando o número de vítimas fatais da doença para criticá-lo.

E uma dessas vozes é a do ex-Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que virou o ídolo do centrão e isentosfera. Desde que saiu do cargo, sempre aproveita uma oportunidade para criticar Bolsonaro.

Através do Twitter, o atual colunista do O Globo e Revista Crusoé postou a seguinte mensagem:

“Não podemos nos conformar, nem apenas dizer #CemMilEdaí. São mais de 100 mil mortos; 100 mil famílias que perderam entes para a Covid. Que a ciência nos aponte caminhos e que a fé nos dê esperança.”

Conforme apontou a Revista Oeste, a hashtag #CemMilEdaí, que foi postada por Moro, é uma referência à uma frase dita pelo presidente da República e que foi tirada de contexto pela grande mídia.

“Vamos tocar a vida. Tocar a vida e buscar uma maneira de se safar deste problema”, disse o presidente Jair Bolsonaro na live da última quinta-feira, 6.

Conforme dissemos durante a semana, em participação no Programa Roda Viva o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acredita que Moro será candidato à Presidência da República em 2022 e que esse tipo de manifestação é uma antecipação da campanha eleitoral.

Fonte: Revista Oeste