segunda-feira, 18 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Morre o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, aos 41 anos; políticos lamentam sua morte

Morre o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, aos 41 anos; políticos lamentam sua morte

Morreu neste Domingo, 16 de Maio, aos 41 anos, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas Lopes.

Diagnosticado em 2019, Covas sofria com um câncer e estava internado no Hospital Sírio Libanês desde o começo do mês. De acordo com nota oficial, a morte foi confirmada às 8h20 horas, em boletim assinado pelos médicos que acompanhavam seu tratamento.

A Globo informou também através do seu Plantão:

Ele estava licenciado há duas semanas do cargo pelo agravamento do quadro clínico, mas, segundo auxiliares na administração municipal, acompanhava do hospital o cotidiano da cidade e recebia algumas visitas, como as mais recentes, do presidente da Câmara, Milton Leite, e do vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia.

O vice-prefeito, Ricardo Nunes, do MDB, será o seu sucessor no comando de São Paulo.

Covas estava internado desde 2 de maio no Hospital Sírio Libanês, quando se licenciou do cargo. Desde 2019, tratava um câncer na cárdia (região entre o estômago e o esôfago), que atingiu partes do sistema digestivo e também os ossos. O quadro se agravou ainda mais com sangramentos recentes.

Ao longo dos últimos meses, o político passou por diversas sessões de quimioterapia e imunoterapia para a regressão da doença. Entretanto, acabou não resistindo.

Covas deixa o filho, Tomás Covas Lopes, de 15 anos, que ele se orgulhava em dizer nas redes sociais que permaneceu firme ao seu lado mesmo nos dias mais difíceis do tratamento.

O Ministro das Comunicações Fabio Faria se pronunciou em suas redes sociais:

O Presidente da Câmara, Arthur Lira, também lamentou sua morte:

Através de nota oficial, o Governador de São Paulo, grande aliado político de Bruno Covas, também se manifestou:

Fonte: Revista Oeste

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.