terça-feira, 1 de dezembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Para Gilmar Mendes, Secretário de Dória que foi preso foi vítima de “constrangimento”

Para Gilmar Mendes, Secretário de Dória que foi preso foi vítima de “constrangimento”


Comentamos no início de Agosto que a Polícia Federal realizou uma operação chamada Operação Darnadários.

Nesta investigação, a PF buscou encontrar irregularidades entre empresários e agentes públicos para fraudar licitações, principalmente na área da Saúde.

O Secretário de Transportes do governo João Doria, Alexandre Baldy, foi preso no dia 6 de Agosto, e em sua residência a Polícia Federal encontrou R$90 mi em espécie.

Alexandre Baldy foi deputado federal por Goiás e ministro das Cidades no governo Temer. Em 2018, foi escolhido por João Doria para assumir a pasta dos Transportes do Estado.

Em apenas dois dias após a prisão, o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar Alexandre Baldy.

O magistrado entendeu a alegação da defesa do secretário, que disse que ele não pode ser investigado pela Justiça Federal por ter um cargo no governo paulista.

Nesta Sexta-feira, 9 de Outubro, foi tornada pública a decisão do Gilmar Mendes, que afirmou que Alexandre Baldy foi vítima de “constrangimento ilegal”.

Obviamente esta foi uma vitória para os advogados do Secretário de Transportes de Dória, que alegaram:

“O processo deve ser julgado pelo juiz competente, no caso o eleitoral, que com imparcialidade irá averiguar a verdade dos fatos”.

Fonte: Revista Oeste