segunda-feira, 1 de marçoAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Para o PSL, a candidatura da Joice Hasselmann em SP é uma ameaça aos bolsonaristas

Para o PSL, a candidatura da Joice Hasselmann em SP é uma ameaça aos bolsonaristas

O Vice-Presidente Nacional do Partido Social Liberal (PSL), o Deputado Federal Júnior Bozzella deu uma entrevista para o site O Antagonista, e falou sobre a candidatura da Deputada Federal Joice Hasselmann à prefeitura da cidade de São Paulo.

Para ele há ‘plantações de notícias’ com o objetivo de desgastar a imagem da deputada.

“Eles não baixaram a guarda e ainda ficam querendo, nos bastidores, anistia para voltarem ao partido pela porta da frente, com a intenção de reequilibrarem a atuação parlamentar”, emendou.

De acordo com Bozzella, Joice Hasselmman “só não será candidata” ao pleito da capital paulista “se ela não quiser”.

“Eles [ala bolsonarista] têm um medo muito grande de que a candidatura da Joice cresça e ela passe a ter uma hegemonia no campo da direita: esse é o maior desespero do Bolsonaro. Ele quer liderar uma direita que não abraça, tem medo da Joice, do Moro, de todo mundo que surge. Isso vai ficando cada vez mais claro. E o entorno dele não vem para o diálogo, para a construção: é novamente um movimento para tentar implodir qualquer alternativa”, disparou.

Existe uma possibilidade do Presidente Jair Bolsonaro voltar ao partido para 2022. O vice-presidente do PSL disse: “Se o Bolsonaro quiser voltar, terá um processo muito longo pela frente.”

“Talvez esse pessoal que quis criar um novo partido e denegrir a imagem do PSL já tenha notado que o PSL se transformou em um excelente ativo. Cobrar que eles renunciem ao projeto da Aliança pelo Brasil para poderem voltar às origens não é uma grande moeda de troca: a gente só renuncia a algo que temos, e eles não têm a Aliança pelo Brasil.”

Fonte: O Antagonista

Compartilhe!