terça-feira, 19 de janeiroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Para tirar Bolsonaro em 2022, João Doria defende uma aliança com partidos de esquerda

Para tirar Bolsonaro em 2022, João Doria defende uma aliança com partidos de esquerda

Que o Governador de São Paulo, João Doria, virou um desafeto político do Presidente Jair Bolsonaro, isso não é dúvida.

Mas agora parece que Doria não esconde mais sua empatia pela esquerda. O político, que dizia ser um conservador de direita e estava com Bolsonaro em todas na época eleitoral, agora diz é preciso uma aliança com partidos de esquerda para 2022.

Neste Segunda-feira, 23 de Novembro, o Governador afirmou em entrevista ao Estado de São Paulo que a frente não deve ser “contra Bolsonaro mas a favor do Brasil”:

“A frente não deve ser contra Bolsonaro mas a favor do Brasil. Essa frente comporta o pensamento liberal de centro, que é o que eu pratico, mas comporta também centro direita, centro esquerda, aqueles que têm um pensamento mais à esquerda e à direita. Só não caberá o pensamento dos extremistas, até porque os extremistas não querem compartilhar, discutir”.

Recentemente, Doria trocou farpas com o Presidente da República porque ele quer a todo custo implantar a vacina chinesa no Brasil. Já Bolsonaro, não.

Além disso, João Doria foi um dos primeiros a parabenizar o “presidente eleito” dos Estados Unidos, Joe Biden, mesmo que o democrata tenha ameaçado a democracia brasileira.

Pelo visto João Doria topa tudo, desde que seja para ser oposição a Bolsonaro.

Fonte: Revista Oeste

Compartilhe!