segunda-feira, 1 de marçoAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Pesquisa mostra que grande parte da população não quer impeachment de Bolsonaro

Pesquisa mostra que grande parte da população não quer impeachment de Bolsonaro

Comentamos recentemente sobre uma pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, que mostra o cenário favorável do Presidente Jair Bolsonaro à reeleição em 2022.

Em outro estudo, divulgado neste Sábado, 30 de Janeiro, mostra que grande parte da população é contra o impeachment do Chefe do Executivo.

Conforme noticiamos, partidos de esquerda e alguns que se dizem de direita, além de movimentos como Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem Pra Rua estão pedindo o afastamento de Bolsonaro.

Na última semana, foram realizadas carreatas em alguns locais do Brasil pedindo pelo impeachment, entretanto o resultado não foi tão bom quanto o esperado, tendo poucas adesões.

A Revista IstoÉ inclusive fez um editorial dizendo que a sociedade toda clama pelo afastamento do Presidente Bolsonaro, mas o resultado das pesquisas de opinião mostram que o Presidente está mais próximo da reeleição do que nunca.

Segundo a pesquisa divulgada hoje, 38,8% dos entrevistados são favoráveis ao impeachment de Bolsonaro, enquanto a grande maioria composta por 56,4% são contra.

Quanto aos que não souberam responder ou não opinaram, foram 4,8%.

O levantamento aponta também que o nível de aprovação ao impeachment aumenta entre os entrevistados mais jovens, alcançando 53,3% na faixa de 16 a 24 anos. Já na faixa de 25 a 34 e também na dos 35 a 44 anos, o percentual de pessoas contra o impeachment chega a 59%.

A rejeição ao impeachment foi identificada em quase todas as segmentações feitas pelo Instituto Paraná Pesquisas, que são divididas por idade, sexo, escolaridade, situação de emprego e região de moradia.

A exceção é a opinião do eleitorado mais jovem, entre 16 e 24 anos. Neste grupo, o impeachment é defendido por 53,5% dos entrevistados e rejeitado por 41,5%.

Quanto ao percentual que aprovam o impeachment do Presidente por região do Brasil, esses são os números:

Norte: 40,5%;

Nordeste: 43,2%;

Centro-Oeste: 40%;

Sudeste: 37,4%;

Sul: 33,1%.

Fonte: Gazeta Brasil

Compartilhe!