segunda-feira, 18 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Por 229 votos a 218, Voto Impresso é rejeitado na Câmara dos Deputados; veja repercussão

Por 229 votos a 218, Voto Impresso é rejeitado na Câmara dos Deputados; veja repercussão

Nesta Terça-feira, 10 de Agosto, aconteceu na Câmara dos Deputados a votação pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Voto Impresso.

Na última semana, uma comissão especial criada para votar o assunto rejeitou a proposta, entretanto o Presidente da Câmara Arthur Lira decidiu na Sexta (6) levar a votação ao plenário da Casa.

Apesar de uma votação bem acirrada, a proposta que visa mais transparência nas eleições foi rejeitada pelos 229 parlamentares que optaram contra o voto impresso.

O assunto ficou ainda mais forte após a live realizada pelo Presidente Bolsonaro e por sua participação no programa Os Pingos Nos Is, na última semana, onde apresentou graves indícios de fraudes nas urnas eletrônicas, o que justificou o seu apoio ao voto impresso auditável.

Entretanto, desde a live do mandatário começou uma disputa entre ele e Luís Roberto Barroso, Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que garante a confiabilidade das urnas eletrônicas e do processo eleitoral, e acusa Bolsonaro de fake news.

A votação desta Terça gerou grande repercussão nas redes sociais, e o resultado não foi como o esperado para quem aguardava mais transparência nas eleições.

Confira abaixo a repercussão:

Fonte: Revista Oeste

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.