domingo, 29 de novembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Prefeito de Manaus diz que Weintraub faliu o Banco Votorantin

Prefeito de Manaus diz que Weintraub faliu o Banco Votorantin


Seguindo a onda do Presidente da Câmara Rodrigo Maia, que debochou do fato do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub aceitar cargo de diretor no Banco Mundial, o prefeito de Manaus também fez críticas a Weintraub.

O Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), teceu criticas à administração do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, à frente do Banco Votorantin.

Segundo Virgílio, Weintraub saiu do país com passaporte vencido. O prefeito também acusa-o de ter “falido” o banco onde trabalhou.

“Ex-ministro Weintraub viajou de passaporte vencido para os EUA para assumir diretoria do BIRD, ele que faliu o Banco Votorantin. Bom pra nós e ruim para o BIRD. Weintraub não nos faz falta nenhuma”, publicou em seu Twitter.

Conforme noticiamos aqui há alguns dias, Rodrigo Maia deixou alguns comentários “ácidos” após a divulgação do vídeo do Weintraub se despedindo do MEC.

Após a divulgação do vídeo, o Presidente da Câmara Rodrigo Maia em entrevista coletiva debochou do fato de Weintraub ir trabalhar em um banco, e com tom sarcástico disse:

“Dele ir pro Banco Mundial? É, não sabem que ele trabalhou no Banco Votorantim, que quebrou em 2009 e ele era um dos economistas do banco. Mais alguma pergunta?”

No Twitter, os internautas se revoltaram com a fala de Rodrigo Maia e levantaram a hashtag #MaiaTemQueSair, com mais de 500 mil menções na rede social.

Maia foi acusado por parlamentares de crime contra o sistema financeiro, pois afirmam que a informação que o ex-ministro faliu o banco é falsa.

No Brasil, divulgar informação falsa ou prejudicialmente incompleta sobre instituição financeira é crime com pena de reclusão de 2 (dois) a 6 (seis) anos, além de multa.

Fonte: Conexão Política