quinta-feira, 25 de fevereiroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Presidente Bolsonaro apresenta Plano Nacional de Vacinação; confira as definições das fases

Presidente Bolsonaro apresenta Plano Nacional de Vacinação; confira as definições das fases

Na manhã desta Quarta-feira, 16 de Dezembro, o Presidente da República Jair Bolsonaro apresentou o Plano Nacional de Vacinação em evento no Palácio do Planalto.

O Presidente buscou reforçar a união neste período, para evitar maiores desentendimentos entre o Governo Federal e governadores:

“A grande força que demonstramos agora é a união para buscar a solução de algo que nos aflige há meses. Se algum de nós extrapolou ou até exagerou, foi no afã de buscar solução”.

O Presidente defendeu a atuação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) durante o processo para aprovação do imunizante:

“Obviamente, estamos tratando de vidas. Temos uma Anvisa que sempre foi referência para todos nós. Que continua tendo participação fundamental na decisão de qual vacina deve ser apresentada de forma gratuita e voluntária para todos brasileiros”, afirmou.

Segundo o Plano, o Governo Federal já garantiu 300 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 por meio de três acordos:

  • Fiocruz/AstraZeneca (100,4 milhões de doses até julho de 2020 e mais 30 milhões de doses por mês no segundo semestre);
  • Covax Facility (42,5 milhões de doses);
  • Pfizer (70 milhões de doses ainda em negociação).

Para que a campanha nacional de vacinação funcione, o Plano do Governo prevê capacitação dos profissionais de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) e também um esquema logístico de recebimento, armazenamento, expedição e distribuição dos insumos, que são o próprio imunizante, além das seringas e agulhas.

Quanto às divisões dos grupos de vacinação, serão divididos em 4 fases:

1º- Grupo prioritário, formado por trabalhadores da saúde (5,88 milhões), pessoas de 80 anos ou mais (4,26 milhões), pessoas de 75 a 79 anos (3,48 milhões) e indígenas com idade acima de 18 anos (410 mil).

2º- A fase 2 é formada por pessoas de 70 a 74 anos (5,17 milhões), de 65 a 69 anos (7,08 milhões) e de 60 a 64 anos (9,09 milhões).

3º- Na fase 3, a previsão é vacinar 12,66 milhões de pessoas acima dos 18 anos que tenham as seguintes comorbidades: hipertensão de difícil controle, diabetes mellitus, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave (IMC maior ou igual a 40).

4º- Na fase 4, deverão ser vacinados professores do nível básico ao superior (2,34 milhões), forças de segurança e salvamento (850 mil) e funcionários do sistema prisional (144 mil).

O Ministério da Saúde pondera, no documento, que os grupos previstos ainda são preliminares e poderão ser alterados.

Fonte: Agência Brasil e CNN Brasil

Compartilhe!