segunda-feira, 18 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Presidente Bolsonaro diz que pode colocar as Forças Armadas nas ruas; veja repercussão

Presidente Bolsonaro diz que pode colocar as Forças Armadas nas ruas; veja repercussão

O Presidente da República Jair Bolsonaro afirmou nesta Sexta-feira, 23 de Abril, que existe a possibilidade de reverter um potencial “caos” no Brasil.

Ao conceder entrevista ao apresentador Sikêra Júnior, do programa Alerta Especial (da TV A Crítica), em sua visita a Manaus, o Chefe do Executivo afirmou que as Forças Armadas podem ir às ruas para “restabelecer todo o artigo 5º da Constituição“:

“O que eu me preparo? Não vou entrar em detalhes. Essa política de lockdown, fique em casa, toque de recolher, isso é um absurdo. Se tivermos problema, nós temos o plano de como entrar em casa. Eu falo ‘o meu [Exército]’ o pessoal reclama, mas eu sou o chefe supremo das Forças Armadas. Se precisar, iremos para as ruas, não para manter o povo dentro de casa, mas para restabelecer todo o artigo 5.º da Constituição”, afirmou Bolsonaro.

Bolsonaro disse ainda que as medidas de isolamento e distanciamento social impostos descumprem a Constituição Federal e retiram as liberdades individuais dos cidadãos:

“Se eu decretar isso, vai ser cumprido esse decreto. As Forças Armadas podem ir para a rua sim, dentro das quatro linhas da Constituição, para fazer cumprir o artigo 5.º, direito de ir e vir, acabar com essa covardia de toque de recolher, direito ao trabalho, liberdade religiosa e de culto, para cumprir tudo aquilo que está sendo descumprido por alguns governadores e alguns poucos prefeitos, mas trabalha toda a sociedade. É um poder excessivo que lamentavelmente o Supremo Tribunal Federal delegou”, afirmou.

Entretanto, o Presidente disse que não pode extrapolar:

“Agora, eu não posso extrapolar. Isso que alguns querem, que extrapole. Estou junto com os 23 ministros, da Damares ao Braga Netto, praticamente conversado sobre isso daí: o que fazer se um caos generalizado se implantar no Brasil. Pela fome, pela maneira covarde que alguns querem impor essas medidas restritivas para o povo ficar dentro de casa. O caldo não entornou ano passado em função do auxílio emergencial”, completou.

A notícia gerou repercussão nas redes. Veja algumas publicações:

Opositores também reagiram à fala do Presidente:

Fonte: Conexão Política

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.