segunda-feira, 21 de junhoAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Rodrigo Maia diz que se arrepende de ter votado em Bolsonaro e que hoje votaria em Haddad

Rodrigo Maia diz que se arrepende de ter votado em Bolsonaro e que hoje votaria em Haddad

Já noticiamos diversas vezes nos últimos meses as críticas incessantes do ex-Presidente da Câmara e Deputado Federal Rodrigo Maia ao Presidente Bolsonaro.

Desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) havia impossibilitado a sua reeleição, no final de 2020, Rodrigo Maia tornou-se um dos maiores opositores do Chefe do Executivo, dando alfinetadas quase diariamente em suas redes sociais.

Maia sofreu uma grande derrota no Congresso e perdeu o apoio que tinha, além das mordomias garantidas com a Presidência da Casa, que agora está na chefia de Arthur Lira.

Com ressentimentos de Bolsonaro, Rodrigo Maia disse em entrevista ao UOL que se arrepende de ter votado nele em 2018, e que teria votado em Haddad:

“Com certeza [votaria em Haddad], não tenho dúvida nenhuma, porque hoje, com todas as divergências econômicas minhas e do PT, eu sei que o governo do Haddad seria um governo democrático”, disse Maia.

Na tentativa de tentar eleger Baleia Rossi na Câmara, Maia se uniu a partidos de esquerda, numa tentativa frustrada de derrotar Bolsonaro, que estava apoiando Arthur Lira.

E após sua derrota agora Maia está mais à esquerda do que com o centro, inclusive criticando a Operação Lava Jato e dizendo que ela elegeu Bolsonaro:

“A Lava Jato foi o partido político construído que trabalhou para gerar uma criminalização do Supremo, do STJ e do Congresso Nacional para que pudessem assumir o poder”, disse o deputado.

E completa:

“Ele era muito mais respeitado do que é hoje, ele não pode ser juiz de uma causa e depois trabalhar com quem ele beneficiou, porque, em tese, o beneficio dele não era pessoal, era um respeito à lei brasileira, na qual, em tese, o Lula estava cometendo um ilícito na decisão dele”.

Fonte: Gazeta Brasil

Compartilhe!