quarta-feira, 29 de setembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Senadora do PSL diz que vai assinar impeachment de Alexandre de Moraes

Senadora do PSL diz que vai assinar impeachment de Alexandre de Moraes

Devido aos últimos acontecimentos envolvendo o Inquérito das Fake News e também o Inquérito de Ameaça ao Supremo Tribunal Federal, que foi enviado pelo Ministro do STF Alexandre de Moraes, uma senadora do PSL (antigo partido de Bolsonaro) disse que assinará o pedido de impeachment do ministro.

Conforme noticiamos durante a última semana, além do primeiro mandato de busca e apreensão contra blogueiros e empresários que estão alinhados ao Presidente Bolsonaro, também teve mais uma busca, mas desta vez na casa de deputados e outros influenciadores.

No inquérito de ameaça ao STF, a manifestante e ativista Sara Winter foi presa e está em uma penitenciária em Brasília aguardando julgamento.

Leia abaixo artigo que foi publicado pelo Pleno News e que traz a decisão da senadora:

A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) declarou em suas redes sociais que vai assinar o pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). A parlamentar afirmou que a decisão, compartilhada neste domingo (21), é motivada por não aceitar o que chamou de “aberração jurídica” do inquérito das fake news.

“Irei assinar o impeachment do Min. Alexandre de Moraes. Não só como cidadã, mas como profissional do direito, não posso aceitar esta aberração jurídica que é o inquérito das fake news. Quando agem certo, elogio, quando exageram, a reação é proporcional”.

Soraya também disse que “agir dentro dos limites da lei é essencial para garantir o Estado Democrático de Direito”.

O pedido de impeachment a que a senadora se refere, foi enviado no mês passado ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, pela Associação Nacional de Membros do Ministério Público, MP Pró-Sociedade.

No documento, a associação alega que o inquérito é inconstitucional e diz que “na condição de vítima, o ministro Alexandre de Moraes deveria dar-se por suspeito para presidir a investigação”.

O pedido também afirma que, por esse fato, Moraes cometeu crime de responsabilidade.

Fonte: Pleno News

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.