quarta-feira, 29 de setembroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Vereador de Minas Gerais reclama de ganhar quase R$6 mil e diz: “salário de engraxate”

Vereador de Minas Gerais reclama de ganhar quase R$6 mil e diz: “salário de engraxate”

Veja só como tem gente que chega na política e se acostuma tanto com as mordomias que têm coragem de reclamar: um vereador do interior de Minas Gerais reclama de seu salário de quase R$6 mil reais e gera repercussão nas redes.

O vereador Artuzinho (DEM) de Ibirité (MG) causou revolta nas redes sociais ao reclamar do seu salário de R$5,9 mil e compará-lo ao de trabalhadores como engraxates.

Para ele, a quantia é uma “vergonha” para o seu cargo. As falas ocorreram durante reunião da Câmara Municipal da cidade na Segunda-feira, 8 de Fevereiro:

“Eu, vereador, numa cidade de 200 mil habitantes, ganhar R$ 5,9 mil… Um secretário aí ganha oito, dez (mil). Por isso, o cara vai pra Prefeitura e não quer ser vereador. Para ganhar R$5.900. Eu, no meu gabinete com 50, 60 pessoas, e todo dia estou aqui, às 10 horas, pra ganhar isso aqui, R$ 5,9 mil. Isso não é salário de vereador. Isso é salário de vendedor de laranja, engraxate.”

O parlamentar defendeu que a Câmara dos Vereadores deveria votar um projeto de lei para um aumento salarial, sob a justificativa de que a demanda em seu gabinete é “extremamente alta”:

“O povo na rua, dentro do ônibus falando que vereador ganha 16 mil, 20 mil. Por isso estou mostrando meu contracheque aqui. Secretário ganha mais que vereador. Pessoal bate na gente, mas é [às] três horas da madrugada [que vão] lá, em casa, pra buscar defunto, pra levar gente pra todo lado; por isso, estou pedindo pra votar neste projeto para aumentar mesmo” – afirmou o vereador.

O vídeo teve repercussão negativa, e Artuzinho publicou uma nota pedindo desculpas:

“Minha intenção não foi, de modo algum, desqualificar ou desmerecer o trabalho do outro, mesmo porque entendo que todo trabalho digno deve ser valorizado. A minha intenção foi apenas mostrar à sociedade que o salário de Vereador de Ibirité não condiz com a subjetividade da população, que imagina que o salário de vereador seja exorbitante” – diz a nota.

Fonte: Pleno News

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.