segunda-feira, 18 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
VÍDEO: Wilson Witzel faz papel de vítima, defende Lula e abandona CPI após ser questionado sobre desvios

VÍDEO: Wilson Witzel faz papel de vítima, defende Lula e abandona CPI após ser questionado sobre desvios

Nesta Quarta-feira, 16 de Junho, o interrogado da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi o ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Witzel sofreu impeachment após ter sido investigado por corrupção e desvios de recursos na área da saúde no Rio.

A CPI do Circo, como é conhecida na internet, teve mais um episódio digna de picadeiro: Witzel, que se elegeu às custas de Jair Bolsonaro, usou o seu momento na CPI para fazer papel de vítima, além de defender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dizendo que as condenações foram injustas.

Assista abaixo:

A conduta de Witzel repercutiu nas redes:

Mas o pior estava por vir: como Witzel tinha um habeas corpus, que foi emitido pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes, ele decidiu ir embora da CPI após ser questionado pelo Senador Eduardo Girão sobre os respiradores.

Antes de responder às perguntas dos senadores, o ex-governador comunicou ao Presidente da CPI, Omar Aziz, que iria embora, no momento em que Girão citava a diferença de preços entre os respiradores comprados pelo Governo Federal e os comprados pelo Governo do Rio, que sequer chegaram ao Brasil ou, em muitos casos, não eram adequados ao tratamento da doença.

Assista abaixo ao momento:

Fonte: Pleno News

Compartilhe!

Este conteúdo está protegido contra plágio.