quinta-feira, 29 de outubroAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Gilmar Mendes afirma que interfere no Senado para punir quem critica o STF

Gilmar Mendes afirma que interfere no Senado para punir quem critica o STF


Na semana passada ocorreu o episódio onde o Ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes enviou a Polícia Federal para apreender celulares e computadores de apoiadores do Governo.

Desde que o fato aconteceu, têm-se especulado muito sobre a forma como o Supremo tem trabalhado, de forma que as pessoas não podem mais criticar a instituição ou seus ministros.

Essa atitude do Ministro Alexandre de Moraes mandar investigar apenas influenciadores que são apoiadores do Governo Bolsonaro dá margem para que interpretarmos que o Supremo Tribunal Federal olhe apenas um lado.

Nem um único veículo de imprensa que publica fake-news foi investigado, e por essa razão a internet se mobilizou em apoio aos jornalistas, empresários e blogueiros que foram alvo do inquérito das fake-news.

Em Tweet enviado pela Deputada Carla Zambelli (PSL), ela divulgou um vídeo no qual o Ministro Gilmar Mendes participa de entrevista no Globo News. Veja a íntegra da fala:

Entrevistadora: “Nesta semana, o filho do Presidente Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro, participou de uma live inclusive na qual participa também um dos investigados no inquérito das fake-news que tramita no Supremo Tribunal Federal.

[…] Em algum momento se discutiu a possibilidade de uma ruptura institucional. Ele disse o seguinte: ‘a dúvida não é se, e quando, vai acontecer essa ruptura’. Como é que o senhor avalia essa declaração?”

Gilmar Mendes: “Nós temos tido declarações como essa de vários parlamentares. Eu vi uma deputada federal por Brasília que também fazia agressões muito fortes ao Ministro Celso de Mello. Eu tenho até conversado com os líderes do Congresso que é chegada a hora de um diálogo mais sério e mais enfático no âmbito da Câmara e do Senado no que concerne à própria responsabilização desses atores, que são parlamentares mas que defendem o fechamento do Congresso, que defendem o fechamento do Supremo, que defendem a supressão da democracia.”

No final Gilmar Mendes ainda disse que é necessário responsabilizar essas pessoas [que criticam o STF].

Veja abaixo o vídeo:

Fonte: Carla Zambelli (Twitter)