segunda-feira, 21 de junhoAs principais notícias do Brasil e do Mundo
Rodrigo Maia diz que o Governo Bolsonaro está “desesperado” e “desrespeita a sociedade brasileira”

Rodrigo Maia diz que o Governo Bolsonaro está “desesperado” e “desrespeita a sociedade brasileira”

O Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, teceu duras críticas ao Governo Bolsonaro nesta Quarta-feira, 9 de Novembro.

Em entrevista à imprensa, Maia disse que o Governo está desesperado para desorganizar a agenda do meio ambiente:

“O governo está desesperado para tomar conta da presidência da Câmara dos Deputados. O governo está desesperado para desorganizar de uma vez por todas a agenda do meio ambiente neste país.” 

E ainda disse que as propostas em flexibilizar a venda de armas desrespeitam a sociedade brasileira e as minorias:

“O governo está, de uma vez por todas, interessado em flexibilizar a venda e a entrega de armas neste país, entre outras agendas que desrespeitam a sociedade brasileira e as minorias. Infelizmente, pouca prioridade naquilo que é fundamental.” 

O Presidente da Câmara, em tom de isentão e interessado em pautas progressistas, fez as críticas ao Presidente Bolsonaro sobre a venda de armas porque hoje (9) o Chefe do Executivo fez uma publicação referente à isenção de impostos sobre importação de armas de fogo:

Ainda em tom de críticas, Rodrigo Maia continuou falando como se fosse um “Salvador da Pátria” e disse que defende a redução das desigualdades e redução do desemprego:

“Eu defendo outra pauta. Defendo a pauta da modernização do Estado brasileiro, da redução das desigualdades, da redução do desemprego, da redução da pobreza e isso se faz com uma agenda econômica que modernize o estado brasileiro e que garanta maior competitividade para o setor privado. É o que eu acredito. E, claro, a defesa das pessoas mais vulneráveis.” 

O curioso é que na hora de aprovar pautas no Congresso Nacional que o Governo Federal queira aprovar para melhoria da Nação, Maia deixa engavetado.

Conforme comentamos no início da semana, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que não haverá reeleição do Presidente da Câmara e do Presidente do Senado.

Fonte: Renova Mídia

Compartilhe!